O que é Hipnose!

“Se a mente cria, a mente cura” Hipnose uma abordagem científica

Esqueça o que você aprendeu sobre hipnose nos programas sensacionalistas da TV. Hoje a Hipnose é reconhecida como prática médica e vem sendo usada por Psicólogos e Médicos como uma poderosa ferramenta coadjuvante nos tratamentos de ordem psicológica, tais como : Ansiedade, Depressão, Fibromialgia, Transtornos do Pânico, Cura de vícios ( tabagismo), Emagrecimento, Estresse, Fobias, Enxaqueca, Asma e Insônia. E os benefícios não param por aí ! Profissionais que passaram em Concursos Públicos e recorreram à técnica garantem que melhora a concentração, potencializa o aprendizado e reduz a ansiedade na hora da prova. No passado a hipnose teve significante utilização nas 1ª e 2ª Guerras Mundiais nas quais era utilizada em cirurgias nos lugares dos anestésicos químicos, processo conhecido como analgesia. ( neste caso, supressão da dor por meio de sugestões hipnóticas)

A palavra Hipnose, origina-se de” Hypnos”, que em grego significa sono, mas o transe ao qual são submetidos os pacientes, diferem dos estados de vigília, sono e sonho. O paciente não adormece durante a sessão e não faz nada contra sua vontade.

Mesmo que estejamos em transe nunca agimos contra a nossa moral e princípios. Não entramos em outro mundo e sabemos tudo que acontece ao nosso redor. É um processo seguro, uma vez que toda hipnose é um processo de auto-sugestão. Prova disso é que durante a hipnose estudos comprovaram que a respiração, o tônus muscular e pulsações são de uma pessoa desperta.

Não há nada de mágico ou esotérico no processo, ou seja é um fenômeno neurológico que acontece no cérebro e é capaz de mudar padrões de comportamento pela atuação no inconsciente. A explicação científica de maior expressão obtida até agora é a de que a hipnose provoca modificações profundas no funcionamento do cérebro, alterações essas que foram documentadas por exames de imagem precisos e sofisticados.

O reconhecimento da Hipnose está sustentado por uma gama de estudos comprovando sua eficácia nas mais variadas enfermidades. Atualmente esse recurso é utilizado em Instituições de renome no mundo todo, tais como : Memorial Sloan Kettering Cancer Center e MD Anderson Cancer Center EUA que utilizam-na para diminuir os efeitos colaterais da quimioterapia, como a fadiga e a dor; No Massachusetts General Hospital comprovaram que a hipnoterapia é uma das opções terapêuticas mais eficazes contra o cigarro, chegando a superar os índices da utilização dos adesivos de nicotina. No Brasil a atuação é semelhante, a técnica já é utilizada em grandes hospitais como o A.C Camargo ( SP) no tratamento de câncer, no Hospital das Clínicas e Hospital do Servidor Público ( SP) para o controle da dor e redução da ansiedade, dentre outros. Os ganhos na área de saúde são incríveis e vão desde combate a insônia, medo de fazer determinados exames como por exemplo ressonância magnética, até cirurgias sem anestesia.

É difícil citar uma área onde a hipnose esteja em franca expansão, pois o número de estudos publicados por ano sobre o assunto cresceu 50% na última década, chegando a 280 em um único ano, segundo o banco de dados científico Pubmed. Três áreas que chamam a atenção da mídia mundial é Hipnose para Emagrecimento, Fobias ( transtornos do pânico/ medo de andar de avião) e na área Esportiva. No que tange ao sobrepeso ou obesidade a hipnose reforça o time de profissionais responsáveis pelo processo. O Hipnoterapeuta participa da equipe multidisciplinar ( Médicos, Nutricionistas, profissionais da área de Educação Física e Psicólogos) . Nesse cenário pesquisas comprovam que 80% dos casos de obesidade têm origem de fundo emocional e não fisiológico, sendo assim a atuação do Hipnoterapeuta será na mudança de comportamento em relação à comida e redução da Ansiedade.

Tiger Woods , Mike Tyson, Michael Jordan e David Beckham são alguns atletas famosos que utilizaram a hipnose como ferramenta de aumento da performance.As cantoras Lily Alen e Britney Spears , a atriz Daryl Hannah e o jogador David Beckhan exibiram recentemente silhuetas mais magras e atribuíram o resultado à hipnoterapia.

O psicólogo de um time de basquete americano introduziu a prática hipnótica para reduzir a ansiedade e manter o foco dos atletas antes das competições. Resultado: o rendimento dos atletas melhorou em 60% nos dias de jogos, liderança do time no campeonato e até a publicação deste artigo o time permanecia invicto.

Flávia Freitas